O Celular – Agora Na Visão do Leitor Sidney Barbosa

Os comentários do meu amigo Clérson Sidney Barbosa poderiam marcar presença sempre aqui no Boca – são  muito bons, quer pelo humor, quer pela sensibilidade.

O comentário de hoje é sobre fato lastimável,  a respeito do que o celular transformou o mundo.

Leia o de hoje, que chega até a ser triste.    E no final, para compensar,  deixo o link de textos hilários do velho Clérson aqui no Boca.

Lá vai o de Hoje:

Mayr, voltei depois de longa e gostosa férias. Li as tuas cornetadas.

Bom, mas nenhuma novidade. O mundo continua a girar a seu modo, pouco ligando para nossas idéias.

Pois bem.

Tem muita gente precisando comer um sashimi de baiacú, principalmente no BBB13.

Quanto a celulares, essa invenção inútil que o homem moderno não dispensa, posso contar um fato (desculpe, mas sempre tenho um fato na manga).

Os correios na época do natal colocam na entrada, em um cesto, cartas de natal escritas por crianças e endereçadas ao papai noel (esse sujeito escroto contratado pela associação comercial). Pedem isso, pedem aquilo, mas principalmente pedem celulares.

Eu e um amigo meu separamos alguns pedidos, de coisas boas para a ocasião (comida e brinquedo), bebemos umas cervejas,  e fomos ao ao supermercado comprar os mimos.

Fomos entregar os presentes na casa das crianças.

Pode parecer legal, mas tem as suas dificuldades. Numa das casas batemos palmas, um rádio  cantava Michel Teló pra ser ouvido na lua. Depois de muito esforço nosso,  a mulher lá dentro nos ouviu.

Veio até o portão falando ao celular. Combinava um namoro.

Explicamos nosso presente. Ela nem deu sinal que compreendeu, visto que não parou de falar ao celular. Pegou nosso presente e entrou na casa, nos deixando na calçada. Não parou um minuto de falar no celular. Nem obrigado. A vida como ela é… um abraço.
+++++++
Se a alguém interessar, lá vai o que respondi para o amigo Sidney:]
Caro Sidney:

É impressionante o que vc conta aqui. Acho que, mais uma vez, vou ter que transformar em Post, seu perspicaz comentário.

A esse respeito tem uma história clássica, da qual não me lembro perfeitamente, mas sei a síntese.

O sujeito pergunta, mas por que é que vc não gosta de mim, afinal, eu nunca lhe fiz bem algum???

No caso que você  conta, suponho que para a tal mulher, na cabeça dela,  você  não estivesse fazendo mais do que sua obrigação.

E mais, tenho quase certeza de que para ela, era  você que  estava tendo a imensa  honra de poder presenteá-la.

Ora, você já estava tendo a honra de presenteá-la e ainda queria que ele interrompesse o papo ao celular. Você é muito exigente!!!

Só mesmo fazendo ironia barata a respeito dessa afronta que vc tão bem descreve!!!
Sidney, meu caro, a vida é assim, inacreditável, mas é assim!!!!

Grande abraço e que em 2013 cruze com pessoas generosas como você e pessoas agradecidas!!!

A Parte Boa para os leitores: Textos Hilários do amigo Sidney – Clique – Sem contar a piada que ele enviou – clique

Anúncios

1 comentário

  1. Paulo precisaria colocar avisos para desligar o celular em igrejas, teatros, cinemas e mais lugares publicos ?
    Me parece que sim, onde chegamos…
    +++++

    Caro Júnior:

    Na minha opinião, onde é proibido fumar também deveria ser proibido o celular.
    Já escrevi sobre isso. Quem quiser ler alguns poucos textos a esse respeito, clique aqui

    Abraços

    Paulo Mayr

  2. Concordo com a opinião do Júnior Bataglini,em genero,número e grau.
    +++++

    Caro Cícero:

    Veja que confusão o celular criou!!!

    Abraços

    Paulo Mayr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s