Para eles, a Glória; Para Mim, Seria o Próprio Inferno

Revista Alfa, que está nas bancas, traz na capa foto de  Paul McCartney e o texto legenda: “Um Beatle e as Maravilhas de viver há 50 anos no Topo ” “Eu gosto de ser bajulado.  Trabalhei por isso.  Então Aproveito.””

Amigo de meu pai, político super conhecido, disse sobre o poder  que era fabuloso passar quatro anos sem ter que abrir portas; abrir portas, na acepção do termo.   Suponho que ele quisesse dizer que havia sempre um aspone/bajulador para essa e todas as pequenas  e até grandes  tarefas.

Outro político, desde muito jovem sempre fora político,   ia de  carro oficial da casa da mãe dele à de um amigo,  também  político.  Detalhe: a distância era de aproximados 100 metros, caminhando por uma praça.

Tudo isso para dizer que para mim, viver cercado de aspones que abrem portas    e usar  carro para não andar 100 metros, é a verdadeira visão do Inferno, como diria fabuloso personagem do ator Falabella em seriado antigo da TV Globo.  Corrigindo, para mim,  seria, não a visão do inferno, mas,   o  próprio inferno!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s