Congestionamento Gigantesco em Fabulosa Peça de Teatro + Passeio Imperdível

Quinta-feira, dia 14, 309 km de congestionamento em S. Paulo; por enquanto, muito por enquanto,  recorde absoluto. Ontem gastavam-se 13 horas para se chegar ao Litoral.

E está em cartaz em São Paulo a peça Estrada do Sul, baseada no conto de Júlio Cortázar, Auto Estrada do Sul, escrito há muitos anos. Personagens/ público se veem presos em  congestionamento que – literalmente – não tem fim.

Interessantíssima montagem, em que a plateia, de 54 espectadores,  é distribuída em 18 automóveis, “conduzidos” por 23 atores.  Em trecho de rua ao redor do teatro, o congestionamento é de tal forma gigantesco, os dias se passam e diversos tipos de personalidades vão aflorando:  o sujeito dominador autoritário, o político, com chavões de líder estudantil, uma freira, um militar, entre outros.  A plateia, efetivamente,  participa do espetáculo, ora dentro do carro, conversando entre si e com o artista condutor, ora  tentando achar uma solução para o o eterno problema do lado de fora  dos carros,  caminhando pelo congestionamento.

A montagem é parceria da Compagnia del Teatro dell´ Argine (Itália) e o Grupo XIX. O Espetáculo está em cartaz no Armazèm XIX na Rua Maria Costa, 13, Vila Maria Zélia, zona Leste. Em geral é apresentada às 19 horas  do Domingo.  É tão fundamental quanto difícil telefonar para reservar lugar e também para se informar sobre o horário com precisão.  O telefone 2081-4647

A Vila Maria Zélia, onde está o teatro,  é a primeira Vila Operária do Brasil.    Muito interessante, embora bem descaracterizada, já que a maioria das casas ganharam um segundo andar, não previsto no projeto inicial.  Vale a pena chegar bem antes e conhecer a vila, os arredores, tomar uma cerveja ou café nos simpáticos bares/padarias da vizinhança.  Quem gosta de andar, pode ir caminhando da Estação Belém do Metrô (linha leste-oeste).  Também há opção de ir de ônibus da Estação até o teatro.

Ir de metrô, verdadeiramente, é a melhor opção.  Caso contrário, corre-se o risco de se enfrentar congestionamento real e muito mais dolorido para se chegar ao congestionamento ficcional e poético da parceria Cortazar, Compagnia del Teatro dell´ Argine (Itália) e o Grupo XIX.

Programa legal para a criançada também.  Vá de metrô com bastante antecedência, pegue os ingressos na hora marcada e continue passeando pelo bairro, até cinco minutos antes do início do espetáculo.

Assista a um trecho do Peça, clique aqui

Veja fotos  da Vila Maria Zélia  Clique aqui

Trata-se de programa imperdível, não é mesmo????

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s