O Cabelo de Crente, Mas a Saia Justa…

No Terminal Barra Funda, de trem, ônibus e Metrô, o vasto cabelo da moça até a cintura faria  supor tratar-se de uma crente.  Já a saia  era  tão justa, mas tão justa…

De qualquer forma, não é da minha conta, mas não resisto e escrevo.  Como já disse, sou igual ao presidente Lula.  Não há assunto sobre o qual ele não faça discurso e sobre o qual eu não escreva.  Isso é bom?  Sei lá, mas o homem chegou a Presidente duas vezes e, pelo jeito, vai eleger a sucessora pela segunda vez.

Bem, voltando à moça cabelo de crente e saia justa.  Há música muito engraçada do amigo Vlado Lima em que ele pede a Deus que o salve  das mulheres malucas “boas de cama, mas ruinzinhas de cuca”.  A referência  a uma crente é hilária.  Bem, hilária e irreverente, como só ele sabe ser.

A gravação da música não está boa, mas dá para ouvir e se divertir. Clique aqui e se divirta

Anúncios

1 comentário

  1. Crente fogosa, antigamente costumavam dizer uma frase para isso, la vai: “crente do rabo quente.”
    ++++++

    Caro Júnior:

    É o que diz a música do Vlado. Ouça lá, que cê vai rir.

    Abraços

    Paulo Mayr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s