O Cabelo de Crente, Mas a Saia Justa…

No Terminal Barra Funda, de trem, ônibus e Metrô, o vasto cabelo da moça até a cintura faria  supor tratar-se de uma crente.  Já a saia  era  tão justa, mas tão justa…

De qualquer forma, não é da minha conta, mas não resisto e escrevo.  Como já disse, sou igual ao presidente Lula.  Não há assunto sobre o qual ele não faça discurso e sobre o qual eu não escreva.  Isso é bom?  Sei lá, mas o homem chegou a Presidente duas vezes e, pelo jeito, vai eleger a sucessora pela segunda vez.

Bem, voltando à moça cabelo de crente e saia justa.  Há música muito engraçada do amigo Vlado Lima em que ele pede a Deus que o salve  das mulheres malucas “boas de cama, mas ruinzinhas de cuca”.  A referência  a uma crente é hilária.  Bem, hilária e irreverente, como só ele sabe ser.

A gravação da música não está boa, mas dá para ouvir e se divertir. Clique aqui e se divirta

Anúncios

1 comentário

  1. Crente fogosa, antigamente costumavam dizer uma frase para isso, la vai: “crente do rabo quente.”
    ++++++

    Caro Júnior:

    É o que diz a música do Vlado. Ouça lá, que cê vai rir.

    Abraços

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta para Junior Bataglini Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s