Sem categoria

A Absurda Entrega da Copa do Mundo aos Campeões. Na Próxima vez, a Copa vai pelo Correio.

Tempos atrás, na Copa do Mundo do Japão, se não me engano, não havia Pódium para os Campeões do Mundo. Cafu, capitão do Brasil, que venceu o campeonato, ao receber a Copa, subiu no pedestal onde se encontrava o troféu, correndo sério risco de a estrutura não agüentar seu peso,  abrir-se em lascas, ferir-lhe a virilha e encerrar ali sua carreira de futebolista de sucesso.  Fez isso para provar que ali a figura Importante era o Esportista e não aquele mar de cartolas à sua volta.  Quiser ler, clique aqui

Desta vez, a Fifa se superou.  Em um andar superior da Tribuna de Honra do Maracanã,  estavam as autoridades: entre elas as presidentes do Brasil e da Alemães. Campeões e vice-campeões foram encaminhados para um patamar abaixo da tal tribuna, onde receberam os troféus das autoridades que estavam no tal andar superior.

Pelo que pude perceber, as autoridades, as mais importantes do mundo, desapareceram, em um piscar de olhos,  para alegria dos torcedores e câmeras,  e os jogadores foram comemorar o título centro do Gramado, de certa forma, compartilhando com todo o estádio e com as TVs do Mundo Inteiro.

Do jeito que a coisa vai, em alguma próxima Copa do Mundo, o troféu não mais será entregue após a final da partida final e sim pelo correio na Sede da Confederação de Futebol do País Vencedor.

O mundo se transformou nisso.   O mundo se cercou de insulfilme!!!

 

 

 

 

 

Dúvida Metereológica!!!

Essa chuva intermitente que cai sobre  a Zona Oeste é para encher represa ou só para me obrigar a calçar minha botina de borracha de lavador de garagem e abrir meu guarda-chuva, quase do tamanho de um guarda sol, para fazer minha longa caminhada pelo bairro???

Seja o que seja, como diz personagem  de música do  Vlado Lima,  daqui cinqüenta minutos, parto!!!

O bom da coisa é que os dois são tão eficientes que não me cai uma gota d´água no ombro, tampouco meus pés ficam úmidos.

 

 

DIVERTINDO-SE COM A PRÓPRIA DESGRAÇA!!!

Sendo contra qualquer espécie de desperdício,  inclusive de boas graças, lembrando fabuloso verso de canção  de Billy Blanco : “o que dá para rir, dá pra chorar”, não posso deixar passar a ótima charge do amigo Fernando Vasqs sobre o Brasil x Alemanha.

Adianta Chorar???

Adianta Chorar???

Lá vai, de quebra, Música de Billy Blanco que explica bem a situação…  Clique aqui

Conheça o ótimo Blog de Fernando Vasqs com o sugestivo nome de  Ostras ao Vento

Cafezinho com Gabriel

Repito sistematicamente apenas dois textos aqui no Trombone.

  • Às vésperas da Parada Gay, episódio de que tomei parte Dia da Consciência Negra, frase engraçada a respeito do tema.

Em Homenagem à Colômbia, nossa adversária nas quartas-de-final, ao mestre colombiano  de Teatro de  Improviso Gustavo Mirangel, ao John, jovem brilhante  professor de Espanhol e Gabriel Garcia Márquez, recentemente falecido.

Lá vai,  mais uma vez.  Sem falsa modéstia, é bem legal.

John era um garotão espanhol cabeludo, desses típicos cidadãos do mundo. Parece que o pai lhe dera esse nome exatamente para facilitar as coisas onde quer que ele resolvesse montar – ainda que por curtíssimo espaço de tempo – acampamento.

Ele era brilhante professor de Espanhol de um caótico curso organizado pelo Sindicato dos Jornalistas de São Paulo. O curso, reitero, era o caos, mas o John, reitero, era ótimo. Para se ter uma idéia, havia uma turma que pagava regularmente, havia um professor, mas não havia sala de aula. Era uma coisa itinerante. Um dos locais arranjados frequentemente estava fechado. Nessas ocasiões, nos instalávamos na casa de uma das alunas que morava na vizinhança.

O espaço mais duradouro que ocupamos devia ser em uma casa, certamente sem Habite-se

Voltando ao John. Além de competente, ele era veloz. Veloz nas transformações em sua vida. Ele contou que já havia pertencido a uma organização religiosa de ultra-extrema-direita. Representando essa organização, ele travara longo debate com D. Pedro Cassaldáliga – Bispo do Araguaia – Adepto da teologia da libertação.

Alguns anos mais tarde, já então cabeludo e com roupas meio “hiposas”, ele estava no Memorial da América Latina. Encontra-se novamente com Cassaldáliga que o saudou animadamente e congratulou-se com John pela radical mudança. A inteligência e preparo do John já haviam impressionado o religioso. Com o novo visual, John ficou ainda mais encantador.

Cassaldáliga diz que está esperando um amigo e convida John para tomar um cafezinho com eles.

O amigo que ele estava esperando e que, de fato, apareceu para o café era Gabriel García Márquez.

Caminhando 1 e 2 – Episódio engraçado e a Barbárie de Sempre.

Caminhando pelas ladeirentas  ruas de Higienópolis, um dos três garotos adolescentes que estavam atrás de mim diz:

– Sexo anal.

Sem voz definida, estranhei e julguei que se tratasse de meninas.  Seria de se estranhar se fossem mulheres a falar naquele volume sobre o tema.

Imediatamente, lembrei-me de companheira de estadia em Bournemouth, Inglaterra.  Menina liberada/descolada que estudava no, então, recém inaugurado,  colégio Equipe, e que, de certa forma, me influenciou para que eu cursasse o terceiro colegial lá, sempre que era contrariada por alguma mulher, dizia:

– Eu, mandar essa aí tomar no … . Tá louco!!! Jamais vou dar uma dica boa dessas para uma filha da pu.. dessas!!!

Hoje, contei para os meninos a História e eles se divertiram.

++++++++++++++

Caminhando 2

Amigo meu, dono do melhor açougue das Perdizes, estava na Porta conversando com um freguês.  Não parei para não interromper a conversa.  Nisso o cara que conversava com meu amigo, saca o celular e diz em voz alta, como todos que falam ao celular fazem:

– Estou aqui com o João…

Definitivamente, eu e essa “educação” (digo, falta de educação) de hoje não nos entrosamos.

Como digo sempre, meu querido e saudoso irmão Beto não iria conseguir sobreviver a tanta barbárie.  Eu mesmo  talvez só consiga porque  me possibilita escrever a respeito.  Corrigindo, me fornece material que não acaba mais; mesmo assim, é difícil de suportar.

 

Tem Mesmo Copa do Mundo Amanhã???

A Copa do Mundo, aqui no Brasil depois de 64 anos, começa mesmo amanhã???

Não parece.

A Grande TV Globo, hoje, quarta-feira, ao invés de mostrar, como de hábito,  os joguinhos muitas vezes chochos do Campeonatos Brasileiro, Paulista e Copa do Brasil, vai exibir Piratas do Caribe.

Como diria ex-namorada, combinado com música de Caetano:

TV GLOBO, Deixa Entender, porque eu não estou conseguindo entender sua lógica.

Para se recompor de tamanho absurdo, ouça Muito Romântico, de Caetano em Interpretação perfeita do Rei Roberto Carlos.  Clique aqui

Campeões do Mundo de Futebol Ainda Precisam Confirmar O Título. Até Lá, São 2. Classe.

Parece que há um Baile todos os anos no final do Torneio de Tênis de Wimbledon para o qual são convidados os campeões daquele ano e apenas  os tri-campeões.  Tenho quase certeza que há uma festa nessa  época restrita aos Tri Campeões.  Em um dos anos em que o espetacular John McEnroe foi campeão, ele teria perguntado se poderia apenas bater o ponto no Baile e cair fora.  O promotor disse que ele nem precisaria ir se fosse muito sacrifício para o enfant terrible do tênis.   Sou fã de McEnroe e faço restrições às frescuras de Inglês, assim estou mais do que a vontade para elogiar os gringos.

É como se para eles o cara tivesse que provar que não foi por acaso que ganhou o cobiçado título.  O acaso se repetir duas vezes é difícil; três, impossível.

Nessa linha de pensamento, Inglaterra, Espanha e França,  para mim,  ainda têm muito que provar no futebol.  Na corrida espacial, em que os principais engenheiros e técnicos eram alemães, os Russos teriam dito:

– Os alemães dos americanos são melhores do que os nossos.

Em relação ao Futebol, a sensação que se tem (pelo menos eu tenho) a respeito  do “grande futebol europeu” é que os sul americanos e os africanos deles são muito bons.

Dor de cotovelo minha???  Acho que não!!!!  Basta olhar friamente e constatar.