Celular

Imbecilidade e Falta de Educação Sem Limites

Já está se transformando em série aqui no Trombone a adaptação de teoria de Domínio Público  “A Natureza /Sociedade limitou (limitaram) inteligência/refinamento, mas não a estupidez/falta de educação.

Sujeito entra na Padaria com os dois visores do óculos escuros na nuca.  Falava sozinho, mas tinha pregado na orelha aparelhinho semelhante a pen-drive e ainda dois celulares.  Ora, se tinha dois celulares, deveria ter um pen drive em cada orelha e falar simultaneamente usando os dois celulares e os dois pen drives enfiados nos ouvidos.

Outro elemento, como taxa tais tipos o amigo Flávio Asprino,  que freqüenta a mesma Padaria,  está sempre com cachorro grande, que jamais traz junto a si com coleira.  Enquanto toma café da manhã, fica gritando com o SABITO, nome do cão, para que ele não entre na Padaria.  Prender o cachorro nos ganchos que existem no estacionamento  para esse fim, certamente nem lhe passa pela cabeça.  Dá menos trabalho ficar gritando com o cachorro.  Talvez nem seja questão de comodismo.  Certamente ele tem esperança de que algum dia o cachorro responda.

Anúncios

Milionário Excêntrico???

Todas as manhãs, ele está lá, de óculos escuros,  ocupando uma mesa da padaria.  Sempre, mas sempre mesmo, falando ao celular.  Não permanece um minuto com o aparelho desligado.  Termina uma ligação, faz outra.    Outro dia, falava de negócio que estava fazendo  de MILHÕES de dólares.

Talvez seja  um milionário excêntrico, já que, ao invés de despachar  do escritório, prefere a padaria para falar em alto e bom som dos seus  milhões para quem estiver em um raio de quatro metros, entenda-se –  a padaria inteira.

Pensando bem, deve tratar-se mesmo é de um idiota sem educação!!!

Não Dá para Acreditar!!! Só Rindo!!!

Todo mundo já deve ter visto cena parecida:  Uma pessoa  que fala com outra pelo celular dizendo estar no lugar combinado e não a encontrava.

Aí, uma delas, certamente a com dois  neurônios*, diz:

– Olha para seu lado esquerdo.

A de um neurônio olha, encontram-se  e morrem de rir.

Já assisti a isso várias vezes.  Acabei de ver  em cruzamento tranquilo**, praticamente sem pedestres pelas calçadas.

Acabei de ver e continuo não acreditando no que o celular foi capaz de transformar as pessoas.

(**eu gostava do trema – ü)

++++++++++++++++

* Piadinha a respeito de Neurônios:

– Sabe por que a natureza deu um neurônio a mais para a modelo do que para cavalo puro sangue de exposição???

Resposta:

– Para ela não cagar na passarela.

Aliás, talvez, algum dia o papo ao celular vai estar tão interessante, mas tão interessante, que um dos dois vai cagar na calçada.

Quem lê o Boca  percebeu  que detesto esse humor, que chamo de excretivo,  mas os  celulares maníacos merecem a piada e, principalmente, a  comparação!!!

Não Ter Telefone Fixo é Inconcebível!!!

Pacote de Empresa de Telefone/TV/Internet, sendo    TV de 80 canais + Internet de 10 megas + duas linhas telefônicas, ambas sem limites de ligações para fixos,  custa R$ 188, 70 por mês.    O valor de cada linha telefônica nesse pacote é de R$ 41,90 por mês.

Agora, nesse mesmo pacote, cada minuto de ligação para   celular custa R$ 0,89 o minuto.  É muito dinheiro, mas muito dinheiro mesmo.

 Até já escrevi sobre isso. http://bit.ly/V2Pidi . Esse preço que aparece no texto do link  era de fevereiro de 2010. Hoje, está R$ 0,89 o minuto da ligação de fixo desse pacote para celular.

Assim, não entendo quem não tem telefone fixo. Vale muito a pena ter um telefone fixo.

Eu acho inconcebível pagar quase R$ 1,00 para falar um minuto.  Qualquer conversa com amigo que não se vê há algum tempo  dura fácil 20 minutos, diversas ligações comerciais também.  A R$ 0,89 o minuto a coisa vai longe e pensar que são diversas ligações por dia, essa conta não tem fim.

Caminhando 1 e 2 – Episódio engraçado e a Barbárie de Sempre.

Caminhando pelas ladeirentas  ruas de Higienópolis, um dos três garotos adolescentes que estavam atrás de mim diz:

– Sexo anal.

Sem voz definida, estranhei e julguei que se tratasse de meninas.  Seria de se estranhar se fossem mulheres a falar naquele volume sobre o tema.

Imediatamente, lembrei-me de companheira de estadia em Bournemouth, Inglaterra.  Menina liberada/descolada que estudava no, então, recém inaugurado,  colégio Equipe, e que, de certa forma, me influenciou para que eu cursasse o terceiro colegial lá, sempre que era contrariada por alguma mulher, dizia:

– Eu, mandar essa aí tomar no … . Tá louco!!! Jamais vou dar uma dica boa dessas para uma filha da pu.. dessas!!!

Hoje, contei para os meninos a História e eles se divertiram.

++++++++++++++

Caminhando 2

Amigo meu, dono do melhor açougue das Perdizes, estava na Porta conversando com um freguês.  Não parei para não interromper a conversa.  Nisso o cara que conversava com meu amigo, saca o celular e diz em voz alta, como todos que falam ao celular fazem:

– Estou aqui com o João…

Definitivamente, eu e essa “educação” (digo, falta de educação) de hoje não nos entrosamos.

Como digo sempre, meu querido e saudoso irmão Beto não iria conseguir sobreviver a tanta barbárie.  Eu mesmo  talvez só consiga porque  me possibilita escrever a respeito.  Corrigindo, me fornece material que não acaba mais; mesmo assim, é difícil de suportar.

 

Infernos ao Quadrado!!!

Não gosto de um nem de outro.  Em todo caso,  o desenho é engraçadinho.  Amiga Elizabeth Simão  mandou para mim.

Pois é...

Aliás, já escrevi texto a respeito, publicado aqui no Boca.  Quiser ler,

Nélson Rodrigues disse:

-A pior forma de solidão é a companhia de um paulista.

Para mim, entretanto, é estar com um sujeito que fica olhando  (e/ou digitando) no  maldito  smart (esperto???) phone!!!

Suponho que Nélson Rodrigues concordaria comigo!!!