Imbecis

Imbecilidades sem Limites!!!

Fim de tarde de sábado, lugar que costumo frequentar, mesa com um amigo e dois tontos.  Estava com essa blusa que tenho há mil anos e que adoro.

Tonto 1:

– Isso é um crime.  Usar a bandeira brasileira vermelha.

Tonto 2, com voz pausada e grave, como sempre são ditas as grande imbecilidades – usando exatamente  essas palavras cheias de empáfias e, pior, de idiotices:

– As cores da bandeira do Brasil são: o verde, o amarelo, o azul e o Branco.

Velho bordão do Trombone: a natureza limitou a sabedoria, mas não limitou a imbecilidade

Existe  prova mais concreta de quão perfeito é  esse bordão???

Pelo menos,  eu não me lembro de ter visto/escutado.

Fingindo acatar a imbecilidade,  disse que só não tirava a blusa imediatamente  porque fazia frio e garanti que  aquela era a última vez que usava;  afinal, sujeito sério que sou, não posso cometer crimes.

E, naturalmente,  fui-me embora.  Dá pra conversar com gente dessa laia???

 

Precisa ser muito tonto mesmo!!!

Precisa ser muito tonto mesmo!!!

Anúncios

SEMPRE HAVERÁ UM MAIS IMBECIL??? ISSO TEM LIMITES???

Leio na Folha Ciência que foi descoberto um fóssil daquele que pode ter sido o “pai” do gênero humano. Parece tratar-se de “novo hominídeo, com cerca de 1,9 milhão de anos, que seria ancestral de espécies como neandertal e homem moderno”.

Assunto complicado que parece provar que estamos na terra há um tempão.  Imagine quantos já viveram no planeta!!! 

Pois bem,  mudando de pato para ganso ( aliás, qual será o mais antigo???), já viveram “infinitas” pessoas de todos os graus de inteligência possível. 

Eu conheci pessoalmente um único gênio em toda a minha vida. Flávio, o nome dele,  colega meu no terceiro colegial.  Não assistia a praticamente  aula alguma.  Quando se dignava estar  na sala, aula correndo, ele lia  autores franceses ou ingleses, sempre no original, é lógico.  No Vestibular que ele prestou havia, salvo engano, 1.200 candidatos.  Entrou em 2. lugar!!! 

Conheci muito nego culto, muita gente normal tanto em cultura quanto em inteligência e alguns imbecis.

Conheci uma velha (na época nem tão velha) doidinha (eufemismo para imbecil; tem alguns que preferem chamar os imbecis de loucos) e a considerava o auge da estupidez.  Mas acho que fui injusto com ela, o que me obrigou a fazer uma frase.

Lá vai:

Até há alguns poucos anos, julgava ter conhecido a pessoa mais imbecil que pisou a face da terra desde que o homem caminha sobre duas pernas.  Estou conhecendo   gente nova que parece ter como único  propósito na vida abalar minha arraigada  convicção de outrora.

E olha que o empenho desse pessoal em destronar a velhinha é imenso e incessante. A voz do povo já disse “a natureza limitou a inteligência, mas não limitou a burrice”.  Eu desconfio que essas pessoas, enquanto não atingirem o grau dez absoluto de burrice ou zero absoluto de inteligência,  não vão sossegar.