Presidente Dilma

INSS – Menos da Metade, praticamente 1/3, dos Guichês Atendendo!!! Está Certo Isso, Presidente???

Ontem, às 12,30, havia  fila de 12 pessoas no INSS da Francisco Matarazzo, zona Oeste de S. Paulo,   para pegar senha para ser atendido.  Repito, doze pessoas  para pegar senha.  Traduzindo: fila para pegar outra fila.

Seria isso uma meta-fila???

Na primeira fila, havia dois guichês.  Só um estava aberto.

Para ser atendido, propriamente dito, treze  guichês.  Apenas cinco com funcionário.

Hora do almoço???  Ora, é apenas na Hora do Almoço que o cidadão/pensionista/contribuinte tem para resolver esse tipo de Problema.

Resultado: cheguei às 12,30 à agência, comecei a ser atendido às 13,40.  Às 14 horas,  saí de lá sem ter resolvido tudo.  Vou ter que me virar pela Internet  ou com um contador.  Provavelmente contador, porque, apesar de dominar bem Internet,  essas coisas são praticamente impossíveis.

Presidente Dilma, Ministro da Previdência, está certo isso???

Bem, mas poderia ter sido pior: poderia haver uma imensa TV ligada, com som,  para “distrair” os pacientes contribuintes.

Anúncios

Presidentes e Ministro, os Senhores Sabem Disso???

Presidentes Dilma,  do Banco  Central e Ministro Mantega – os senhores sabiam que a Caixa Econômica Federal não recebe pagamentos de boletos (água. luz, etc)  na Boca do Caixa,   mesmo em dinheiro vivo???

Está certo  Banco Oficial do Governo  prestar DESSERVIÇO desses???  Eu diria que, além de paradoxal, é uma extrema afronta  ao cidadão/contribuinte.

Vai continuar  assim, ou alguma providência será tomada???

Presidente Dilma, O Brasileiro Tem, e em Profusão, Complexo de Vira-lata

Gosto da Presidente Dilma, mas sou obrigado a discordar  frontalmente.  Em resposta às críticas do jogador Ronaldo quanto ao estágio em que se encontram as obras para a Copa,  ela disse que o Brasil não tem “complexo de vira-lata”.  Sinceramente, eu acredito que ela, presidente Dilma, não tenha Complexo de Vira-lata.   Talvez, ela, eu e mais  um punhado não tenhamos sido acometidos pelo tal complexo.

Mas o viralatismo tá solto por aí em todos os setores e atinge todos os tipos de brasileiro; do mais humilde, ao mais bilionário; do mais sem instrução,  aos intelectuais e artistas que participam de campanhas institucionais com slogan em inglês.

Basta  clicar aqui e ler;  você  verá que não exagero, são dezenas de exemplos.

Antes de ler, entretanto, é bom saber que  Complexo de Vira-lata é o sentimento de inferioridade do Brasileiro em relação a Estados Unidos e Europa, “tradução”/definição  livre minha  do termo de Nélson Rodrigues

Agora abra o link, leia e me diga se não estou certo.

 

CHEGA DE PALETÓ E GRAVATA!!!

Ontem no Jornal Nacional, reportagem mostrando que ninguém consegue trabalhar de paletó e gravata  sob o calor que tem feito no país.

Em meados de março de 2010, portanto há quase quatro anos, encaminhei  carta/email  para o escritório do  Presidente Lula em São Paulo,  sugerindo que tornasse absolutamente opcional o uso do paletó e gravata no Brasil.  Segundo me falou a assessoria de Imprensa na ocasião, o texto chegou ao Presidente.

Ele, o Presidente Lula, a respeito da boas medidas suas e de seu governo, dizia Nunca Antes na História desse País… .

Quem sabe a Presidente Dilma, apesar de mulher, demonstre sua sensibilidade e tome a medida necessária para que tanto Paletó quanto gravata se tornem opcionais em Todo o Território Brasileiro.

Aí, ela também terá o seu bordão que poderá ser mais ou menos esse:

– Nunca mais na história deste país homem algum será submetido ao martírio do Paletó e Gravata.

Não é pouca coisa não!!!

É de se supor  que não exista uma única pessoa no Brasil que não aprovará a medida, ressaltando  que quem quiser poderá sempre  usar   paletó e gravata.

Bem, lá vai novamente a carta/email enviada para o Escritório da Presidência da República em S. Paulo, há quase quatro anos.

+++++++++++++++++++++++++++++

São Paulo,  12 de março de 2010

Exmo. Senhor  Presidente da República
Luis Inácio Lula da Silva

Parabéns para o senhor e seu governo que contam, respectivamente, com a aprovação de 81,7% e 71,4%  dos brasileiros.

Um simples decreto-lei seu, de custo praticamente zero para os cofres públicos, poderá coroá-los  definitivamente, tornando-os inesquecíveis.

Milhões de cidadãos beneficiados, logo pela manhã, todos os dias, de segunda a sexta-feira,  se lembrarão com carinho e gratidão desse seu utilíssimo  ato que tanto bem-estar irá lhes proporcionar.

Trata-se de coisa simples, muito simples, cuja percepção, aliás,  requer  muito da sensibilidade e identificação com o povo que só o senhor  possui.

Lá vai:

Criar  decreto-lei  tornando  gravata e  paletó opcionais em todo o território brasileiro, qualquer hora do dia e da noite.

Esse benefício seria estendido também para uniformes profissionais, tanto de civis quanto de militares.

Se for o caso, o decreto poderá estabelecer que todos cidadãos terão  acesso a  qualquer lugar, em qualquer hora do dia e da noite,  trajando calças compridas, sapatos e camisas de mangas curtas, devidamente abotoadas até o último ou penúltimo botão antes (abaixo) do colarinho.

Quem quiser vestir paletó e gravata, evidentemente, terá sempre todo o direito de fazê-lo.

Só pelo caráter humanitário, o decreto-lei mais que  se justifica.

De quebra, ainda há benefícios dos pontos de vista ecológico e econômico.  Aparelhos de ar condicionados poderão funcionar consumindo menos energia e diminuindo a emissão de CFC,  clorofluorcarboneto, tão nocivo ao meio ambiente.  Menos energia consumida, mais economia de recursos financeiros  e hídricos

Seria Interessante que o decreto-lei fosse assinado o mais rápido possível, a fim de ser desfrutado já  neste final de  verão, o penúltimo de seu mandato

Posso ainda fornecer aspectos curiosos para o senhor ilustrar seu discurso no dia da assinatura. A menção da origem da extemporânea gravata é muito oportuna.   Lá vai:

Segundo li, os homens medievais traziam enrolados nos pescoços grandes pedaços de pano que utilizavam para limpar as mãos durante os banquetes. Naquela época, ainda não havia talheres. Pedir para que imaginem o estado desses panos no pescoço não seria elegante.Esse dado histórico é mais do que suficiente para demonstrar o absurdo da exigência, principalmente em países quentes como o Brasil.

Aliás, na reunião de que o senhor participou dos Líderes Latinos Americanos  em Cancun, México,  em 22 de fevereiro de 2010, o traje oficial era a Guaiabeira, camisa fresca usada por catadores de goiaba caribenhos.

Ficaria muito feliz  se meu nome constasse como idealizador do projeto-lei e também se fosse convidado para assistir à Assinatura do Decreto.

Mando anexado  o material abaixo descrito.

1. recorte da Folha de S. Paulo  – 11/2/2010 Informando que Calor Intenso faz Oab-Rio pedir dispensa da Gravata,

2. Notas da Colunista Mônica Bergamo Folha  On Line 6/2/2010 informando que o Ministro da Cultura  Juca Ferreira pede o fim da obrigatoriedade do Paletó e Gravata

Textos Meus no meu Blog no Portal IG http://bocanotrombone.ig.com.br/
sobre o assunto, um pouco repetitivos, já que algumas vezes me reporto a respeito do que já foi escrito, mas que abordam bem a coisa.

1. CHEGA DE PALETÓ E GRAVATA
http://bocanotrombone.ig.com.br/2010/02/09/chega-de-paleto-e-gravata/

2. IRÃ E BOLÍVIA DÃO DE DEZ A ZERO NO “MUNDO CIVILIZADO”
http://bocanotrombone.ig.com.br/2009/11/25/ira-e-bolivia-dao-de-dez-a-zero-no-mundo-civilizado/
3. PENSANDO SOBRE A NÃO GRAVATA DE EVO MORALES
http://bocanotrombone.ig.com.br/2007/12/13/pensando-sobre-a-nao-gravata-de-evo-morales/

Os textos mostram de forma definitiva que  o decreto-lei será por todos muito bem-vindo.

Atenciosamente

Paulo Mayr Cerqueira – cidadão brasileiro que se empenha para ter        um mínimo de bom senso.

+++++++++++++++++++++

Leitor, está de acordo???  Manifeste-se, pois.

Embora quase nunca use esse inoportuno e inconcebível traje,  como já disse, ficaria muito feliz se minha sugestão fosse acatada, inclusive mencionando que a medida surgiu a partir  deste texto e/ou do texto de 2010  e gostaria de  assistir à Assinatura da Medida.

Não preciso ser, e não sou,  presunçoso, mas suponho falar em nome de milhões de brasileiros.

 

 

Infração de Trânsito da Presidente Pode Servir de Alerta

Levar criança  de três anos no colo no banco de trás de automóvel, gravíssima infração de trânsito cometida pela presidente Dilma ontem, em caso de acidente, o garoto passa a ter a função de air bag.

Bem, ela já reconheceu o erro, nada de grave aconteceu e o episódio pode servir para que muita gente se dê conta do risco que crianças no colo correm em veículos.

Feliz Natal para ela, para o neto, para a família e para todos nós brasileiros ou não!!!!

Presidente e Autoridades Na Rua Deveria ser Regra, Jamais Exceção

Anônima,  a Presidente Dilma realizou  sonho de passear por Brasília  na garupa da Harley-Davidson de Carlos Gabas, secretário-executivo do Ministério da Previdência, no último dia 4.  A Segurança da Presidente acompanhou à distância.

Simpático, rendeu notícia no jornal, mas não passou de uma aventurinha.

Autoridades de todos os níveis deveriam com frequência circular pelo meio de pessoas comuns para tomar contato com a vida real do povo.  Não estou dizendo  passear pela favela ou debaixo de viadutos na madrugada, tampouco enfrentar metrô e trem de subúrbio nos horários de pico.  Mas deveriam andar  infinitamente menos de helicópteros e usar muito mais os carros, sem batedores, naturalmente.  Caminhar  anônimos por “seus domínios” também não poderia ser em hipótese alguma prejudicial. Sem contar, a possibilidade de verem  o mundo verdadeiro  e não a vida cor de rosa  que lhes trazem os ASPONES (todo mundo conhece a sigla, né??? Aspone significa  – Assessores de Porra Nenhuma).

Políticos da velha guarda faziam isso.  Roberto Sodré, quando governador,  andava pelo seu bairro com amigos, acompanhado à distância  por discreto segurança.

Uma vez eu estava pela Cardeal Arcoverde em Pinheiros.  Vi um belo automóvel preto, nada de muito luxuoso, mas um carro nacional bom.   Na placa a Inscrição – Prefeito Municipal.   Pensei comigo:  prefeito de uma cidadezinha qualquer com um carro desses.  Aproximei-me.  Quem estava no banco da Frente, ao lado do motorista,  sem qualquer segurança no carro, nem mesmo por perto???

O prefeito Jânio Quadros.

O trânsito estava lento.  Olhei fixo  e ele me cumprimentou.  Retribui com aceno de mão.

Será que Algum Prefeito ou Governador Foi Para Brasília em Avião de Carreira???

A insatisfação é grande e não é de hoje.

O estopim das manifestações dessa última semana foi o aumento na tarifa de transporte público.

Assim, a Presidente Dilma  convocou para essa tarde  reunião com 27 governadores e 26 prefeitos.

Já que um dos temas, o tema bomba,  é transporte público ,  como  essas 53 autoridades chegaram  a Brasília???

Certamente em jatinhos executivos!!!   Talvez governador e prefeito de capital de cada estado tenham tomado o mesmo jatinho.  T A L V E Z!!! Mas duvido que algum deles foi com avião de carreira, como qualquer mortal, por mais rico que seja!!!

Ora, o mínimo de bom senso, podem até chamar de demagogia,  seria marcar essa reunião para amanhã.  Na convocação, deveria estar mais do que explícita  ORDEM  da Presidente  de que ninguém sequer cogitasse de usar jatinhos.

+++++++

Quiser entender porque o talvez recebeu tanto destaque,  leia e veja como é o Desperdício de Dinheiro Público, QUESITO JATINHOS – Vale a pena ler, inclusive para conhecer piada que tem mais de trinta anos e continua cada dia mais atual.